Olhar Diverso por Raquel Ramos Machado

|
27 - fevereiro 2012
por raquelrmachado na categoria Sem categoria

“E o futuro é uma astronave
Que tentamos pilotar
Não tem tempo, nem piedade
Nem tem hora de chegar
Sem pedir licença
Muda a nossa vida
E depois convida
A rir ou chorar…” (Toquinho)

 

Acordei e em um instante mentalizei o dia, antecipando atos a praticar: passar na Faculdade, cortar o cabelo, procurar uma saia mullet, estudar, elaborar provas, e, o mais imediato, ir para a equitação.

Cavalgando

Aula tranquila, só trote e galope. Sentia o vento correr por meu cabelo e pela crina do cavalo. Num lance imprevisto, vi o susto do cavalo com algo que não pude visualizar e, em seguida, o rompante de movimentos. Não sei se fui levada a cair ou se me deixei cair por receio de permanecer em cima. Apenas lembro da queda. Pensei: de lado, para proteger a coluna.
Já no chão, senti um alívio. Antes da aula, eu  oferecera o cavalo para minha filha.
Ela disse: – Não mamãe, prefiro a Pipoca mesmo (égua que geralmente monta).

As pernas doíam um pouco, mas nada demais. Fui muito bem socorrida. Em alguns minutos, chegou uma ambulância. Contarei em outro post o olhar de dentro da ambulância.

Tentaram tirar a bota e percebi que a dor aumentava. O para-médico tocou em minha bacia e gritei sentindo leve choque. Depois de incontáveis exames, o resultado: bacia levemente fraturada, sem possibilidade de andar  temporariamente.

Chorei não com a dor, mas com o repouso determinado. Mas em um novo instante, reorganizei a vida como se revela à minha frente. Além de tanto, viver é se reorganizar constantemente.

Na avaliação breve do passado, do presente, do futuro, a percepção de que tudo é tão raro. Há tanto a fazer de nobre, de novo, de emocionante. Não entendo como ainda há pessoas que desperdiçam tempo com fofocas, por exemplo, deixando de escrever a própria história, de degustar os momentos, para inventar e fazer relatos da vida alheia com propósitos mesquinhos.

Não importa como se apresente, há sempre algo para se aproveitar na própria vida, dados formadores da própria história. O que seja, é vida e pode ser bela.

          (0) votos.
Posts
 
Dezembro
D S T Q Q S S
« jul    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  
Tags