Olhar Diverso por Raquel Ramos Machado

|
02 - março 2012
por raquelrmachado na categoria Questões políticas e jurídicas

Apesar de nunca ter me imaginado em uma ambulância, não posso negar que sempre tive curiosidade difusa de saber como é andar em uma. Talvez por influência da ambulância do Dr. Saratudo que tinha na infância, das cenas de filme, de seriados como E.R.

De repente, estava eu, lá dentro. A sirene era ligada esporadicamente, o que aumentava a sensação da vivência de algo surreal. Verdade? Sonho? Experiência sem igual.

Já no trânsito, comecei, porém, a perceber a inteira realidade, a cada buraco em que a ambulância caía. Deitada na maca, só sentia a dor fina nas costas. Disse, então, ao motorista:

- Por favor, meu senhor, vai mais devagar ou desvia dos buracos.

Ao que me respondeu:

- Quando eu desvio de um, vem logo outro, estou tentando.

Foto tirada por Jeritza Gurgel e postada no Facebook

Até ri sem acreditar, parecia aquelas cadeiras de massagens com bolinhas nas costas às avessas.

Sendo amante de Direito Administrativo, mesmo ali, não podia deixar de pensar que péssima administração a da Administração Municipal (não há repetição vã de palavras).

Quase uma ironia para o slogan da Prefeitura. Isso sem falar que estamos em época de realce da importância das infra-estruturas em todo o país. Por cada poste que passava, lembrava da frase da prefeita e imaginava-o administrando a cidade, com seu apoio e fazendo aparições em shows no fim do ano.

Diante de problemas difusos, é difícil o controle direto pelos cidadãos. E são exatamente questões desse tipo, de difícil responsabilização jurídica, que devem se refletir no âmbito político, onde o controle não é a lei, nem ação judicial, mas o voto.

          (0) votos.
Posts
 
Outubro
D S T Q Q S S
« jul    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  
Tags