Olhar Diverso por Raquel Ramos Machado

|
11 - março 2012
por raquelrmachado na categoria Afeto

Viver é afinar o instrumento
De dentro prá fora
De fora pra dentro
A toda hora, todo momento

Logo depois da queda, fui levada a um hospital pela própria ambulância, sem muita interferência de minha família que só ficou sabendo do acidente alguns instantes depois. Quando minha irmã médica soube onde eu estava, disse:

- Pai, ela tem que sair daí. Vamos levá-la para um lugar melhor, até para fazer mais testes.

Lá fui eu de ambulância, em novo trajeto.

O previsto era que demorasse pouco no novo hospital. Apenas o tempo suficiente para testes. A ambulância, então, iria ficar esperando. Mas os testes começaram a demorar e decidimos dispensar a ambulância para chamá-la em seguida (paga-se ambulância como se paga táxi, inclusive as “horas paradas”).

Quando tudo terminou e novamente entrei na ambulância, fui conversando com o para-médico.

- O que vocês fizeram enquanto eu fazia os testes?

- Socorremos duas mulheres que tentaram o suicídio, em lugares diferentes da cidade. Uma de 32 anos e a outra de 50. A de 32 estava grávida e o bebê morreu.

- Puxa, que pena.

Não posso dizer que fiquei triste. Não as conhecia e foi uma informação dita de forma muito objetiva, quase como se lida em um jornal. Mas senti um lamento pela vida, talvez chocada com a sua banalização. São sentimentos extremos de angústia que podem levar alguém a simplesmente desistir, ou mais grave, lutar contra a própria existência.

Mas até esse extremo, há suicídios em conta-gotas, suicídios diários que praticamos em nossa vida, quando desistimos de nós mesmos, ou quando praticamos atos contra nosso próprio bem-estar: são reclamações em excesso, espírito de pouca gratidão. Além de viver, é preciso viver com vida, com ânimo, abrindo o olho para as pequenas coisas que integram o cotidiano. A vida é tão rara.

Não se trata de pregar o entusiasmo vinte e quatro horas por dia. Pelo contrário, trata-se de, com calma e tranqüilidade, perceber o prazer de simplesmente existir, de renascer e abrir os braços a cada dia. A vida não precisa ser extraordinária para ser extraordinária. Extraordinário é viver com espírito disposto a cada manhã.

          (0) votos.
Posts
 
Junho
D S T Q Q S S
« jul    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
Tags