Olhar Diverso por Raquel Ramos Machado

|
18 - setembro 2012
por raquelrmachado na categoria Nossas Conversas, Questões epistemológicas

Uma das maiores fontes de aprendizado da minha vida sempre foi a música, desde criança, quando ouvia as canções da Xuxa e do Balão Mágico. Pode parecer aprendizado barato, mas quem fala de aprendizado barato com esnobismo, sinceramente, não compreende bem o saber. A vida e as informações estão aí para serem captadas pela mente, com liberdade.

Na música, ruminamos a letra, quase que ao mesmo embalo de seu ritmo. Ondas de pensamentos vão e vêm do fundo à praia de nós.

Recentemente adquiri a última obra do Djavan, outra paixão de infância, e fiquei encantada com a letra das músicas. Escolhi compartilhar uma que fala de amor, mas, na verdade, pode se aplicar a muito mais na vida, na busca pela leveza. Compartilho:

 

É inútil chorar

Noites enveredar

Ruir por nada assim

Minha vida é sua

Como um marinheiro do mar

Sofrer não há porque

Desencana meu amor

Tudo seu é muita dor

Vive

Deixa o tempo resolver

O que tem que acontecer

Livre

Tanto que eu sonhei

Nos amar a pleno vapor

Tanto que eu quis

Fazê-la estrela

Da sagração de um ser feliz

Desinflama meu amor

Do seu jeito é muita dor

Vive

Deixa o tempo resolver

Se tiver que acontecer

Vive

Desencana meu amor

Tudo seu é muita dor

Vive

Deixa o tempo resolver

O que tem que acontecer

Livre.

 

ps: a mesma música é interpretada por Maria Bethânia em “Oásis de Bethania”, seu último trabalho. A letra é do Djavan mesmo.

* * * * ½ (5) votos.
Posts
 
Abril
D S T Q Q S S
« jul    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  
Tags