Olhar Diverso por Raquel Ramos Machado

|
24 - março 2013
por raquelrmachado na categoria Nossas Conversas

Na foto, uso camisa de seda que tem uns 8 anos e short que ganhei de presente e visto pela primeira vez.

Pregando o desapego, a circulação de energia, muitas mulheres costumam, a cada nova coleção, doar todas as suas roupas.

Esse discurso, longe de ser solidário e espiritual, é mercadológico e antiecológico. Você fica sem roupas e precisa comprar novas.

Muitas vezes, investe-se tempo e dinheiro em uma peça que não é valorizada igualmente por outra pessoa, que a recebe em doação. Se é para ser solidário, melhor deixar de comprar uma peça e doar o dinheiro, até porque isso dá liberdade de escolha para quem o recebe. Ou doar para quem sonha com o objeto. Porque aí sim há verdadeira circulação de energia, com a possibilidade de realização de um sonho.

A moda é cíclica. Listras, pois/poá, estampas de animal, militar, floral, um bom jeans… são sempre usáveis.

Não precisa usar tudo antigo, mas um mix vai bem.

Combinar peças antigas com novas é simplesmente o máximo: a emoção da novidade com a percepção da inteligência de uma compra. Impossível fazer isso sem a preservação de algumas peças. “Não há caminho sem memória”. Desfazer-se de tudo é desprezar a construção da personalidade e do próprio patrimônio.

* * * *   (2) votos.
Posts
 
Abril
D S T Q Q S S
« jul    
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  
Tags